Aos papais que estão em busca de informações como transportar crianças na bicicleta

Padrão

Dicas para transportar crianças na bike

Neste último domingo tive a oportunidade de passear pela Ciclofaixa de São Paulo e por alguns parques da cidade – Ibirapuera, Parque do Povo e Parque das Bicicletas – em um horário de “gente normal”, por volta das 10h. Normalmente pedalo muito mais cedo e a essa hora já estou pronto para os compromissos familiares de domingo.

Neste passeio, pude constatar o quanto o pessoal tem aproveitado esta oportunidade de pedalar livremente e com segurança pelas ruas de São Paulo, algo impensável tempos atrás. Falando em tempos atrás, lembrei-me de como a minha filha adorava quando eu passeava com ela em minha bike, na época equipada com uma cadeirinha especial.

Pedalando pelos parques, me surpreendi com a quantidade de pessoas levando os pequeninos para um passeio. Mas notei também que alguns não estavam equipados adequadamente, pondo em risco a segurança do condutor e, principalmente, a segurança da criança, e assim resolvi escrever este post.

Todas as crianças que conheci adoram “dar um rolê” nas cadeirinhas! E para isto, nosso cuidado se inicia tanto no momento da escolha do sistema a ser utilizado, quanto na fixação do mesmo.

Infelizmente, não existem normas ABNT e nem do Inmetro com relação às cadeirinhas para transporte. Assim, o ideal é optar por algum equipamento que tenha certificação internacional e que seja de marca conhecida – Topeak, Polisport, Isapa -, evitando as cadeirinhas “de fundo de quintal”. Além disso, fique muito atento ao manual para fixação, que deve ser “seguido à risca”, evitando adaptações ou gambiarras.

Para o passeio dos pequenos, tanto faz o sistema de transporte dianteiro ou traseiro – eu já vi ciclistas andando com os dois ao mesmo tempo! Na minha opinião, a partir de minhas observações, as crianças curtem mais ir na cadeirinha da frente, observando melhor o percurso. Mas reafirmo que isto é meu conceito subjetivo.

O fato é que na hora da compra devemos checar se a cadeirinha se adapta bem ao modelo de nossa bike. Se puder, leve sua bicicleta e a criança que será transportada ao local da compra para ver se o conjunto se “encaixa” perfeitamente, evitando gambiarras. Se possível, opte pelos modelos do tipo “concha”, que envolvem toda a lateral do corpo da criança, evitando lesões em caso de queda.

Assim como o condutor da bike, as crianças também devem usar capacete específico para os pequenos. Estes itens são facilmente encontrados nas boas bike shops. Há inclusive um modelo que já vem com canetinhas para que a própria criança customize seu capacete!

A cadeirinha deve estar sempre adaptada ao peso e ao tamanho da criança. Normalmente, a dianteira é feita para crianças de até 15 quilos e a traseira é usada para crianças de até 22 quilos. Além do peso, verifique o tamanho e veja se a criança não está muito apertada no equipamento.

Para carregar seu filho ou filha na bike, o ideal é começar devagar e treinar o transporte em percursos menores. A condução da bike fica bastante alterada devido ao acréscimo de peso e a mudança no centro de gravidade. Mas com certeza esse esforço de adaptação vale a pena!

Pedale sempre defensivamente e em velocidade de passeio. Lembre-se que qualquer ocorrência pode significar um trauma que pode afastar o pequeno das duas rodas – e definitivamente não queremos isto!

Então aproveite o feriado prolongado e leve seus pequenos queridos para uma volta!

* Por Guga Machado

Fonte: http://www.euvoudebike.com/2010/06/transportando-criancas-na-bike/

Anúncios

Sobre Radhazen

Educador, historiador e fotógrafo, me envolvi com o tema da paternidade e da primeira infância quando experienciei o preparo e a emoção do parto natural humanizado em 2012. Desde então, não deixei mais o tema, me propus a ler e participar das rodas de discussão mantendo-me informado sobre as mais novas descobertas desse lindo e mágico universo que não é só feminino, hoje, com a maior participação do progenitor masculino, também do pai. Por isso resolvi criar esse espaço de divulgação e compartilhamento de ideias para papais de primeira e outras viagens. Como bem sabemos, não existem muitos espaços destinados exclusivamente a nós homens, papais que muitas vezes nos mantemos distanciados de nossas companheiras e mesmo de nossos filhos por falta de informação e sensibilização para a fase mais importantes dos pequenos... que é a primeira idade, ou seja, os anos iniciais de formação física, emocional e espiritual de nossas filhas e filhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s