Papai é necessário entender algumas práticas para que sua companheira tenha um parto saudável

Padrão
Papai é necessário entender algumas práticas para que sua companheira tenha um parto saudável

Dicas de Yoga para Mulheres Grávidas: preparando-se para um parto seguro e saudável

Ser mãe significa tomar a responsabilidade de trazer outro ser ao mundo. Uma nova jornada espera por você e seu filho.

A gravidez é uma das experiências mais bonitas oferecida a uma mulher. No entanto, essa jornada de nove meses traz consigo uma enorme variedade de mudanças e variedade de emoções. A yoga pode lhe ajudar a lidar com essa jornada, fazendo com que ela seja suave e agradável!

Como ficou evidente no caso de Meghana Bragta  (uma apreciadora de yoga e mãe pela primeira vez). Como futura-mamãe ela ficou mais apta a aceitar as mudanças durante os nove meses. Ela compartilha: “A meditação Sahaj Samadhi me ajudou muito, principalmente no último trimestre. Ajudou-me a aceitar o meu corpo e todas as mudanças que estavam acontecendo. O Pranayama Nadi Shodhan (Respiração das Narinas Alternadas) ajudou-me a relaxar e lidar com a ansiedade. Eu praticava também a Posição da Borboleta e na última metade da gravidez, quando meus pés ficariam inchados devido à retenção de líquidos, pratiquei algumas posturas de yoga deitada de costas”.

Como Meghana, você pode usar a yoga e a meditação como guias efetivos para sua jornada. Aqui vão algumas dicas rápidas de como você pode incluir a yoga no seu dia a dia. O melhor a se fazer é praticar as posturas de yoga com um instrutor de yoga habilitado e manter seu médico informado sobre sua prática.

1 – As posturas de yoga podem ajudar a garantir um parto mais fácil. No primeiro trimestre, opte pelas posturas de yoga que são feitas em pé, uma vez que elas ajudam a fortalecer os músculos das pernas, a melhorar a circulação, a aumentar a energia e podem também ajudar a reduzir as cãibras nas pernas.

2 – Notas dos especialistas em Arte do Yoga: Não pratique posturas de yoga que façam pressão no abdômen ou posturas difíceis, durante os estágios adiantados de gravidez. Não estique demais o abdômen; a ênfase nas posturas de torção deve ser nos ombros e na parte superior das costas e não na região do ventre. Evite fazer as  posturas invertidas. Também não é aconselhável praticar as posturas de yoga da décima até a décima quarta semana de gravidez.

3 – Relaxe com as técnicas de respiração. O segundo e o terceiro trimestre são próprios para relaxar e trazer energia a partir das técnicas de respiração como o pranayama  Ujjayi (Respiração da Vitória), Nadi Shodhan ( respiração das narinas alternadas) e Bhramri(respiração da abelha). Elas vão ajudá-lo a lidar com suas mudanças emocionais e também a relaxar completamente sua mente.

3) A chave é a felicidade. É importante para o bebê também! Yoga e meditação vão ajudá-lo a ficar relaxado e animado. Você pode meditar por si mesmo ou tentar fazer uma meditação guiada online. Tire também um tempo livre para encontrar amigos, assista uma boa comédia e ouça músicas suaves e relaxantes.

4 – Fixe uma rotina para refeições, exercícios e sono. Faça uma agenda diária para si mesma durante a gravidez , e separe um  tempo para yoga e meditação! Dê caminhadas pelas manhãs, seguidas de exercícios moderados ou nade um pouco na piscina. Exercício diário tem grandes benefícios ao fortalecer o corpo e a mente em vez de aventuras esporádicas. Na última metade da gravidez, pode não ser fácil sentar-se ou ficar de pé continuamente. Ouça o seu corpo e só faça aquilo que você pode fazer confortavelmente.

5 – Sente-se com as costas retas e o queixo levantado. Conforme o bebê fica maior, seu peso é sentido cada vez mais nas costas e nas pernas. Para evitar dor nas costas, é uma boa ideia conservar sua espinha, cabeça e pescoço alinhados. Observe como você fica em pé, senta-se ou anda uma vez que cada postura faz uma diferença. Quando ficar em pé, distribua o peso do seu corpo igualmente pelos dois pés. Cheque se você tende a inclinar-se mais para um lado só. A prática regular das posturas de yoga pode ajudar a melhorar sua postura e o equilíbrio do corpo.

6 – Coma saudavelmente. Muitas folhas verdes de salada, frutas e água evitarão a constipação e as cãibras.  Prefira uma dieta vegetariana leve e fácil de digerir. Consuma muito iogurte e leite para manter os níveis de cálcio elevados. Contate um médico ayurvédico para saber o que mais se ajusta a você.

7 – Ouça cantos sânscritos antigos (bhajans). As vibrações dos cantos tem um impacto profundo e positivo no crescimento do bebê. Isso porque os mantras ativam os centros de energia sutis no seu corpo, produzindo um efeito calmante, energético e purificador. É por isso que cantar com frequência é considerado como a yoga do som.

A prática de yoga desenvolve o corpo e a mente, trazendo muitos benefícios à saúde, embora não seja um substituto para a medicina. É importante aprender a praticar as posturas de yoga sob a supervisão de um professor de Arte do Yoga habilitado. Em caso de alguma restrição médica, pratique as posturas de yoga depois de consultar um médico e um professor de Arte do Yoga. Encontre um curso de Arte do Yoga em alguma Sede da Arte de Viver perto de você.

Consulte um médico ou professor de yoga antes de praticar as posturas de yoga. A prática das posturas de yoga também dependem de você ter ou não praticado ioga antes de sua gravidez.

  • Levantamento de ombros

  • Exercícios de pescoço

  • Marjariasana (postura do gato)

  • Vajrasana (postura de ioga) com respiração ujjai

  • Tadasana (postura da montanha)

  • Konasana – 1

  • Konasana – 2

  • Trikonasana (postura do triângulo)

  • Veerbhadrasana (postura do espelho)

  • Asana Paschimottan (sentado curvado para frente)

  • Titliasana (postura de borboleta suave)

  • Viptrirkarni (contra a parede)

  • Shavasana

  • Yoga Nidra

Fonte:

http://www.artofliving.org/br-pt/yoga/yoga-para-mulheres/dicas-de-yoga-para-mulheres-gravidas-preparando-se-para-um-parto-seguro-e-saudavel

Anúncios

Sobre Radhazen

Educador, historiador e fotógrafo, me envolvi com o tema da paternidade e da primeira infância quando experienciei o preparo e a emoção do parto natural humanizado em 2012. Desde então, não deixei mais o tema, me propus a ler e participar das rodas de discussão mantendo-me informado sobre as mais novas descobertas desse lindo e mágico universo que não é só feminino, hoje, com a maior participação do progenitor masculino, também do pai. Por isso resolvi criar esse espaço de divulgação e compartilhamento de ideias para papais de primeira e outras viagens. Como bem sabemos, não existem muitos espaços destinados exclusivamente a nós homens, papais que muitas vezes nos mantemos distanciados de nossas companheiras e mesmo de nossos filhos por falta de informação e sensibilização para a fase mais importantes dos pequenos... que é a primeira idade, ou seja, os anos iniciais de formação física, emocional e espiritual de nossas filhas e filhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s